O Prato Certo O Prato Certo

Ao utilizar este website está a concondar com a nossa política de uso de cookies. Para mais informações consulte a nossa política de privacidade e uso de cookies, onde poderá desactivar os mesmos.

OK

Alface

Alface, a velha amiga!

Tem um sabor parecido ao do espinafre, contudo ligeiramente mais suave e delicado.

 

 

Nome Científico

Lactuca sativa

 

História

A alface é utilizada na culinária desde cerca de 500 a.C.. Embora a sua origem não seja muito clara, pensa-se ser originária do Leste do Mediterrâneo e era consumida habitualmente pelos gregos e romanos. Cultivada no mundo inteiro, atualmente já foram identificadas mais de 100 espécies com inúmeras variedades de folhas, cores, formas, tamanhos e texturas.

 

Conservação

A alface deve ser armazenada na gaveta inferior do frigorífico. É importante certificar-se que a temperatura do frigorífico não esteja baixa demais, senão as folhas podem queimar.

Outra técnica muito utilizada passa por lavar bem as folhas em água corrente, retirar o excesso de água e num recipiente colocar uma camada de papel absorvente, depois de folhas de alface, papel absorvente e assim por diante. Ao longo da semana, quando as folhas de papel absorvente começarem a ficar molhadas, devem ser trocadas por outras. Guardar o recipiente igualmente na parte inferior do frigorífico.

 

Nutrição

A alface é um alimento pouco calórico uma vez que grande parte da sua composição é água.

Tem uma grande quantia de nutrientes, tendo como destaque a niacina (vitamina do complexo B), vitaminas A e C, cálcio, zinco, cobre, enxofre, silício, ferro e fósforo. Além disso, é rica em ácido fólico e clorofila.

 

Uso culinário

A alface de modo geral é consumida crua e serve como base de muitas saladas.

Pode ainda ser utilizada em sopas ou refogada, em sumos e em chás calmantes.

 

Valor Nutricional

100gr - 15 kcal

Proteínas

1,8g

Lípidos

0,2g

Açúcares

0,8g

Hidratos de Carbono

0,8g

Fibras

1,3g

Alface fora do frigorífico? Também é possível! Deve cortar um pouco do caule para mergulhar a alface dentro de uma travessa ou jarra com água. Assim, aguenta em torno de 8 dias.